Justiça para Guilherme!

Justiça para Guilherme Silva Guedes!
O vídeo acima é um registro da manifestação realizada em 16/06 pelos familiares e comunidade da Santa Clara, Zona Sul de São Paulo, contra o assassinato de Guilherme Silva Guedes, 15 anos. O adolescente foi sequestrado, torturado e executado com tiro nas mãos e na cabeça por polícias de folga que trabalhavam ilegalmente como seguranças privados. O sargento do Baep (Batalhão de Ações Especiais) de São Bernardo do Campo, Adriano Campos, que aparece segurando uma arma no vídeo que registra o momento que Guilherme foi sequestrado, foi identificado como o principal responsável pelo crime. O sargento é dono da empresa de segurança privada Campos Forte Portaria Ltda.

Neste próximo domingo, 21/06, a comunidade, a família junto a rede de proteção e resistência contra o genocídio convocam a todos que acham importante lutar contra a violência policial a comparecerem na missa de 7° dia do Guilherme, após a missa haverá um ato em memória junto a um comboio de motoqueiros amigos ou solidários.

Por conta da pandemia, é importante ir de máscara, procurar manter uma distancia de 1,5m entre as pessoas no ato e é pedido para quem é grupo de risco que não compareça e some de casa fazendo divulgação, o auto cuidado e o cuidado com a saúde do próximo são fundamentais para fazer nossa luta avançar.

Os moradores e moradoras da Vila Clara, região de Americanópolis, foram violentamente reprimidos durante e após os últimos protestos contra a morte do adolescente. A comunidade pede socorro e convida militantes, movimentos sociais, movimento negro, ativistas políticos, advogados, jornalistas assim como todos aqueles que puderem somar para impedir que a polícia continue a aterrorizar a região e em homenagem a Guilherme, é urgente que se fortaleça a mobilização nessa luta para impedir a continuidade da violência do Estado! Basta de genocídio! Vidas negras importam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *